Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do BES desvaloriza falta de mão-de-obra portuguesa no Alqueva

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 mai (Lusa) - O presidente do BES, Ricardo Salgado, desvalorizou hoje a falta de mão-de-obra nacional nos projetos agrícolas do Alqueva, declarando que há imigrantes que substituem os portugueses que "preferem ficar com o subsídio de desemprego".

"Se os portugueses não querem trabalhar e preferem estar no subsídio de desemprego, há imigrantes que trabalham, alegremente, na agricultura e esse é um fator positivo", afirmou o presidente do BES durante um debate sobre o potencial agrícola do Alqueva.

Ricardo Salgado desdramatizou a falta de trabalhadores portugueses nos campos alentejanos, dizendo que questionou alguns agricultores andaluzes sobre as dificuldades em encontrar mão-de-obra em Portugal, tendo estes respondido ter um bom entendimento com os ucranianos, apesar das dificuldades linguísticas.