Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Benfica manifesta-se contra eventual perdão da dívida bancária do Sporting

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 mar (Lusa) -- O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, manifestou-se hoje contra um eventual perdão da dívida bancária do Sporting, garantindo que, a existir um perdão, o Benfica exigirá que tenha "as suas consequências".

"Não sabemos quais serão as consequências [da crise financeira do Sporting], dizem que poderá haver um determinado tipo de perdão. Mas para haver perdão tem de haver consequências. Estejam os benfiquistas todos descansados que estamos bastante atentos ao que se vai passar no Sporting", afirmou o presidente do clube encarnado, numa apresentação à comunicação social de novidades relacionadas com a Benfica TV e com as contas entregues pela SAD benfiquista à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários.

Luís Filipe Vieira começou por considerar que "o Sporting faz falta ao futebol português, é um clube centenário, e tem uma mancha de milhões de adeptos e sócios", porém, e ainda que o Benfica não queira "envolver-se", não pode "aceitar que haja um perdão sem as suas consequências. Penalizar quem geriu bem é que não pode acontecer. Se houver perdão, tem que haver perdão para o Benfica também", afirmou.