Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Bayern de Munique vai ser acusado de fraude fiscal

Lusa

  • 333

Munique, 09 jul (Lusa) -- O presidente do clube de futebol Bayern de Munique, Uli Hoeness, vai ser acusado pela procuradoria, nas próximas semanas, de fraude fiscal e poderá ser condenado a uma pena de prisão até 10 anos, noticia hoje a imprensa alemã.

Já há alguns meses, a procuradoria de Munique abriu diligências contra Hoeness, depois de este ter apresentado uma confissão às autoridades, admitindo que possuía uma conta secreta na Suíça com mais de 20 milhões de euros.

A última vez que Hoeness apareceu em público foi no passado dia 24 de junho, quando o Bayern de Munich apresentou oficialmente o espanhol Pepe Guardiola como novo treinador dos bávaros.