Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Banif explica hoje no Parlamento entrada do Estado como acionista do banco

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 fev (Lusa) -- O presidente executivo do Banif vai hoje ao Parlamento explicar as razões que levaram o banco a recorrer a uma ajuda de 1.100 milhões de euros do Estado, que agora é o acionista maioritário da instituição fundada por Horácio Roque.

A audição de Jorge Tomé arranca, pelas 14:00, na comissão parlamentar de Orçamento e Finanças, que está a levar a cabo várias reuniões sobre as recapitalizações públicas que recentemente foram feitas nos bancos portugueses, com vista a estes atingirem as metas de capital exigidas pelos reguladores.

No memorando de entendimento assinado entre Portugal e a 'troika' (composta pelo Fundo Monetário Europeu, Banco Central Europeu e Comissão Europeia) foram destinados 12 mil milhões de euros para o setor financeiro.