Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do Banco Mundial espera que ajuda ao Egito continue a ser possível

Lusa

  • 333

Santiago do Chile, 05 jul (Lusa) -- O presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, disse quinta-feira esperar que o empréstimo e o programa de assistência ao Egito continuem apesar da queda do Presidente Morsi, mas defendeu a realização de eleições "o mais rapidamente possível".

"Estamos a tentar entender o que aconteceu e qual o estatuto jurídico do governo em funções", afirmou o mesmo responsável depois de se reunir com o Presidente do Chile, Sebastian Piñera.

O Banco Mundial concedeu empréstimos e ajudas, maioritariamente destinadas a programas de ajuda, de 4.700 milhões de dólares (3.644 milhões de euros), acrescentou.