Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente do banco do Vaticano quer "muito bom" na luta contra branqueamento

Lusa

  • 333

Cidade do Vaticano, 31 mai (Lusa) - O novo presidente do banco do Vaticano, Ernest von Freyberg, assegurou hoje que a instituição, criticada pela falta de transparência, quer obter "a nota 'muito bom'" na luta contra o branqueamento de dinheiro.

Nomeado em março pelo papa emérito Bento XVI para chefiar o Instituto para as Obras Religiosas (IOR) o industrial alemão deu, pela primeira vez, uma série de entrevistas publicadas hoje por seis jornais europeus.

Ao diário francês Le Figaro, Freyberg explicou que "o objetivo da Santa Sé" é "obter a nota 'muito bom' e não apenas 'bastante bom' atribuída pela Moneyval", o instituto europeua encarregado de avaliar os sistemas nacionais de combate ao branqueamento de dinheiro.