Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente diz que 2013 tem de ser ano da inversão da espiral recessiva

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 mar (Lusa) - O Presidente da República reconheceu hoje que Portugal continua numa espiral recessiva, reiterando que 2013 tem de ser o ano de inversão da tendência.

"Os números são inequívocos. O que nós sabemos é que há muitos trimestres que a produção está a cair, que o investimento está a cair muito acentuadamente, todos os anos cerca de 10 por cento ou mais, que o consumo está a cair de uma forma brutal e que o desemprego está a aumentar de uma forma acentuadíssima. Portanto, os números não deixam dúvidas praticamente a ninguém", afirmou o chefe de Estado, quando interrogado se Portugal ainda continua numa espiral recessiva.

Por isso, continuou, "o ano 2013 tem de ser o ano de inversão desta tendência".