Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente de Junta de Castelo do Neiva (PSD) abandona cargo para voltar a emigrar devido à crise

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 18 dez (Lusa) - O social-democrata presidente da Junta de Castelo de Neiva, Viana do Castelo, suspendeu o mandato para voltar a emigrar, depois de a crise económica e as portagens na A28 terem arruinado o restaurante que geria.

"Nunca imaginei chegar à situação de voltar ao Canadá, muito menos 18 anos depois de ter regressado ao meu país. Mas Portugal obrigou-me a isso", afirmou hoje à agência Lusa Augusto Bandeira, de 49 anos, que regressa no dia 24 de dezembro a Toronto, para reconstruir a vida.

"Infelizmente o meu país assim quis e tenho de voltar a partir" porque "em Portugal, ainda se continua a fazer gestão danosa e a favorecer amigos. Se um dia as coisas mudarem conto regressar ao meu país", afirma o social-democrata, antigo empresário de restauração que viu o seu restaurante fechar em maio deste ano, colocando seis pessoas no desemprego.