Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente da Indonésia defendeu que atentados de Bali reforçaram a nação

Lusa

  • 333

Redação, 11 out (Lusa) -- O Presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, afirmou hoje que os atentados de Bali de há dez anos falharam no seu objetivo e apenas contribuíram para reforçar a cooperação inter-religiosa.

Na sexta-feira assinalam-se 10 anos sobre os atentados, estando previstas cerimónias na ilha de Bali para as quais foram mobilizados mais de mil membros das forças de segurança, depois de as autoridades locais terem anunciado que dispõem de "informações credíveis" sobre uma ameaça terrorista contra o evento.

Nos atentados de 12 de outubro de 2012, perpetrados pelo grupo Jemaah Islamiyah, ligado à Al-Qaida, na ilha de Bali, 202 pessoas perderam a vida, a maioria turistas, entre os quais 88 australianos, e 38 indonésios.