Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente da Guimarães2012 diz que crise explica desilusão pós Capital da Cultura

Lusa

  • 333

Guimarães, 28 jun (Lusa) -- O presidente da fundação organizadora da Guimarães2012 -- Capital Europeia da Cultura (CEC), João Serra, considera que "o momento orçamental que o país atravessa" explica alguma desilusão dos comerciantes e os problemas de gestão das estruturas culturais no pós-CEC.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Fundação Cidade de Guimarães afirmou que não lhe parecer "que haja uma discriminação de Guimarães", mas que se trata de uma questão de "natureza global e que tem que ver com o momento orçamental que o país atravessa, designadamente a Secretaria de Estado da Cultura".

João Serra comentou assim as queixas de José Bastos, diretor da Oficina, estrutura incumbida da gestão de algumas das novas estruturas que ficaram da CEC, que considerou que o "Governo não tem conseguido dar uma resposta tão positiva quanto isso" na gestão da herança cultural de Guimarães2012.