Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente da Guatemala rejeita ligações a atrocidades cometidas durante a guerra civil

Lusa

  • 333

Cidade da Guatemala, 06 abr (Lusa) -- O Presidente da Guatemala, Otto Perez, rejeitou, esta sexta-feira, as acusações feitas por um antigo soldado de que teria estado envolvido no massacre de indígenas durante os dias negros da guerra civil que abalou o país nos anos 80.

Otto Perez respondia às alegações do ex-militar efetuadas na véspera, em tribunal, no âmbito do julgamento do antigo ditador da Guatemala Efrain Rios Montt, de 86 anos, acusado de genocídio e atualmente em prisão domiciliária, que arrisca uma pena de 50 anos de prisão

Hugo Leonardo Reyes, uma das testemunhas arroladas pela acusação, disse ter visto a forma como Otto Perez ordenou assassínios, saques e torturas contra indígenas entre 1982-83.