Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente da Europacolon defende "igualdade e equidade" nos tratamentos oncológicos

Lusa

  • 333

Porto, 18 jan (Lusa) - O presidente da Europacolon Portugal -- Associação de Luta contra o Cancro do Intestino defendeu hoje "equidade e igualdade" no acesso aos tratamentos em Portugal e que os medicamentos sejam determinados não pelo preço mas pela eficácia.

"Queríamos equidade e igualdade no acesso aos tratamentos em Portugal, que os medicamentos para determinada doença sejam definidos não apenas por regras farmo-económicas, mas pela sua eficácia e que, de facto, entre aqueles que são igualmente eficazes se opte pelo mais económico", disse Vítor Neves.

O dirigente da Europacolon considera que "Portugal tem necessidade de criar Normas de Orientação Clínica (NOC) generalizadas e aplicadas em todos os centros hospitalares. Os doentes não podem sofrer com o facto de termos hospitais com diferentes critérios no que respeita o acesso aos medicamentos e tratamentos".