Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente da CCDR-Norte admite falta de eficácia de último programa operacional

Lusa

  • 333

Porto, 26 mar (Lusa) -- O presidente em exercício da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), Carlos Neves, admitiu hoje que "a região falhou" durante a execução do Programa Operacional ON.2, que "não terá tido a eficácia que devia".

"A região falhou, o ON.2 (Programa Operacional Regional do Norte] é apenas um instrumento que a região teve disponível ao longo destes sete anos e estamos a chegar ao fim do ciclo de programação (...), mas o certo é que quem falhou foi a região, todos falhamos", afirmou à agência Lusa o atual dirigente da CCDR-N, à margem de uma conferência sobre o futuro da região norte.

Para Carlos Neves, "o ON.2, que é um programa operacional gerido na região e desenhado pela região, foi um instrumento que não terá tido a eficácia que devia, porque senão os resultados provavelmente teriam sido melhores".