Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente da Câmara de Évora preocupado com consequências de despedimento coletivo na Kemet Electronics

Lusa

  • 333

Évora, 28 nov (Lusa) -- O presidente da Câmara de Évora mostrou-se hoje preocupado com as consequências do despedimento coletivo de 154 trabalhadores na fábrica da Kemet Electronics, mas revelou que a multinacional lhe garantiu que a unidade não vai encerrar.

"Lamentamos profundamente a situação pelos trabalhadores e suas famílias que vão ser alvo de despedimento coletivo, que não há forma de as compensar pela perda de emprego", afirmou José Ernesto Oliveira, em declarações à Agência Lusa.

O autarca alentejano realçou que "no meio da tempestade ainda surge alguma esperança", adiantando que a administração deu a "garantia de que a fábrica não vai encerrar", o que vai permitir manter "cerca de 50 por cento dos postos de trabalho".