Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente da autoridade nuclear japonesa insiste na transparência e independência da entidade

Lusa

  • 333

Tóquio, 16 dez (Lusa) -- O presidente da nova autoridade reguladora nuclear japonesa insistiu hoje na transparência e independência da entidade, criada em setembro, para substituir a anterior, acusada de falhar antes e depois do acidente nuclear em Fukushima.

"A agência precedente de segurança industrial e nuclear (NISA) fazia parte do ministério da Indústria (Meti), que promovia a energia nuclear", disse Shunichi Tanaka diante uma plateia de especialistas mundiais reunidos na conferência ministerial internacional sobre segurança nuclear em Fukushima, no Japão.

"A nova agência de segurança é claramente separada do ministério", explicou o responsável.