Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente da AMA diz falta de dinheiro trava luta antidoping

Lusa

  • 333

Paris, 13 jun (Lusa) - O presidente da Agência Mundial Antidopagem (AMA), John Fahey, lamentou hoje a falta de meios consagrados à luta contra o doping, numa audição perante a comissão de inquérito do Senado francês sobre a eficácia deste combate.

"A luta contra o doping tem falta de meios financeiros. Como podemos lutar eficazmente com um orçamento de 28 milhões de dólares (cerca de 21 milhões de euros) - o orçamento da AMA?", questionou. "Não é realista. Se queremos proteger a saúde dos jovens atletas e os sonhos de todos os que praticam desporto de forma limpa, precisamos de aumentar as nossas fontes de financiamento, encontrar novas fontes diretas e indiretas", acrescentou.

John Fahey, que deixará o cargo após seis anos de mandato, defendeu a criminalização do consumo de produtos dopantes, uma medida dissuasora que não pode exigir a Estados soberanos. "O parlamento norueguês aprovou a criminalização do consumo e a posse de produtos dopantes e eu felicito-o. Quanto mais as leis são apertadas, mais a luta é eficaz", afirmou.