Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prémios Nobel pedem julgamento justo e transparente para antigo Presidente da Guatemala

Lusa

  • 333

Toronto, Canadá, 25 abr (Lusa)- Prémios Nobel como Desmond Tutu, José Ramos Horta, Jody Williams e Rigoberta Menchu pediram na quarta-feira "um proceso judicial legítimo, independente e transparente" no julgamento do antigo Presidente de Guatemala José Efraín Ríos Montt.

Num comunicado distribuído pela Nobel's Women Initiative com sede em Otava, no Canadá, a sua cofundadora, Jody Williams, disse que "se este caso nao avançar, os sobreviventes do genocídio da Guatemala serão tratados injustamente de novo".

"Arriscaram-se bastante ao testemunhar e muitos foram perseguidos, intimidados e ameaçados. Anular o caso seria voltar ao passado e uma vitória para a impunidade", acrescentou Jody Williams.