Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prémio Mo Ibrahim de boa governação em África sem vencedor pelo segundo ano consecutivo

Lusa

  • 333

Londres, 14 out (Lusa) - O júri do prémio da Fundação Mo Ibrahim, que distingue a boa governação em África, decidiu, pelo segundo ano consecutivo, não atribuir o prémio este ano, anunciou hoje, em comunicado, a fundação.

"Depois de uma cuidada análise, o júri decidiu não atribuir o prémio de boa governação", disse o presidente do júri, Salim Ahmed Salim, antigo primeiro-ministro da Tanzânia.

"Este prémio pretende homenagear antigos chefes de Estado ou de Governo que, durante o mandato, desenvolveram um trabalho de excelência na liderança do país, e ao fazê-lo, apresentam-se como exemplos a seguir pela geração seguinte", acrescentou, de acordo com o comunicado da fundação.