Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prazo para candidaturas ao plano de rescisões amigáveis na RTP adiado para 12 de abril

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 abr (Lusa) - O período de candidaturas ao plano de resciões na RTP foi adiado até 12 de abril, tendo a administração da empresa sido sensível ao argumento dos trabalhadores de que não lhes tinha sido dado tempo suficiente para a decisão.

"A administração da RTP confirma o adiamento do prazo para as candidaturas até 12 de abril, mas só no final do prazo para a conclusão do plano, 15 de maio, serão analisados os resultados deste processo", indicou fonte oficial da empresa à agência Lusa, escusando-se a dar indicações sobre o número de pessoas que se candidataram às rescisões até agora.

As organizações que representam os trabalhadores da RTP e a Plataforma Sindical pediram no passado dia 22 de março ao presidente do conselho de administração da estação pública para alargar prazo de candidaturas às rescisões voluntárias - que esteve previsto para terminar hoje - tendo na altura alegado que as condições de adesão ao referido processo foram transmitidas em vésperas da Páscoa, com um feriado de permeio, do que resultava um prazo reduzido a 10 dias úteis para os trabalhadores tomarem a decisão.