Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PR de Cabo Verde apela à comunidade internacional para contribuir para a paz em Moçambique

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 29 out (Lusa) - O presidente de Cabo Verde afirmou-se hoje "preocupado" com a crise político-militar que se vive em Moçambique e apelou à comunidade internacional, estadistas e toda a sociedade para contribuírem para a retoma do caminho do diálogo para a paz.

Citado hoje pela Inforpress, Jorge Carlos Fonseca, que estendeu o pedido a toda a sociedade civil e à imprensa, considera que, independentemente das avaliações que se façam, das culpas e responsabilidades, deve ter-se em conta que a "guerra custou muito aos moçambicanos", razão pela qual, atesta que tudo é desejável menos a guerra civil.

Jorge Carlos Fonseca disse que Moçambique teve uma guerra civil e que chegou a uma tranquilidade pública através do acordo de paz (1992) baseada num "esforço enorme" dos moçambicanos e da comunidade internacional, que tem sido um país "estável" e que está a dar "passos positivos e construtivos" no caminho do desenvolvimento económico e social.