Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PR: Cavaco defende SNS e diz que saúde é "direito fundamental"

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 jun (Lusa) - O Presidente da República considerou hoje que seria "inaceitável" que os portugueses que não têm recursos económicos não pudessem ser tratados nos hospitais, frisando que "a saúde é um direito fundamental".

"A saúde é um direito fundamental dos cidadãos numa sociedade democrática e seria inaceitável que se verificasse aquilo que se verifica nalguns países do mundo em que se não tem um seguro ou se não tem recursos financeiros então fica à porta do hospital e não é tratado", afirmou o chefe de Estado, em declarações aos jornalistas, no final da inauguração do primeiro centro de treino para equipas médicas, na Faculdade de Medicina de Lisboa, no Hospital de Santa Maria.

Questionado como vê a reforma hospitalar, Cavaco Silva recordou que o que está a ser feito no setor decorre do acordo que Portugal assinou com a 'troika', tendo em vista aumentar a eficiência na prestação de cuidados de saúde.