Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PPP na saúde são "experiências bem sucedidas" - Secretário de Estado

Lusa

  • 333

Porto, 01 mar (Lusa) -- O secretário de Estado da Saúde fez hoje um "balanço positivo" das parcerias público-privadas (PPP) no setor, assegurando que permitem "ganhos de custos e eficiência", mas admitiu que "o SNS ainda não retirou a mais-valia possível" do modelo.

"Há um preconceito negativo com as PPP, primeiro por uma razão económico-financeira (por se passar o investimento de curto em médio/longo prazo) e, depois, por serem contratos muito complexos, de duração muito elevada e que envolvem meios financeiros muito significativos, o que poria o Estado numa posição muito desfavorável", afirmou Manuel Teixeira à margem do encontro "PPP em Saúde", que decorre no Porto por iniciativa da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte.

Contudo, sustentou, com as PPP na saúde "há ganhos de sustentabilidade financeira ao colocar o investimento no longo prazo", assim como "um ganho de custos e de eficiência" que permitem ao Estado "fornecer um serviço a um custo menor".