Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PPM quer sessão extra no Parlamento açoriano para travar horário de trabalho alargados

Lusa

  • 333

Horta, 20 set (Lusa) - O deputado do PPM ao Parlamento dos Açores, Paulo Estêvão, anunciou hoje que vai provocar um plenário extraordinário para o dia 01 de outubro, a fim de tentar impedir o aumento da carga horária para trabalhadores da administração pública na região.

Em comunicado, o líder regional dos monárquicos diz que pretende esclarecer, o mais rapidamente possível, a questão da passagem das 35 para as 40 horas semanais, mas adiantou que quer evitar que o tema seja discutido durante o período de campanha eleitoral. Por isso, solicitou o plenário para a semana seguinte às eleições autárquicas.

"Pretendemos impedir - à semelhança do irá suceder na Madeira - o aumento do período normal de trabalho dos trabalhadores da administração pública regional, de 35 para 40 horas semanais", explicou Paulo Estêvão, que discorda da nova legislação imposta pelo Governo da República.