Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugueses pouco entusiastas com apresentação de candidatos à Comissão Europeia

Lusa

  • 333

Bruxelas, 06 set (Lusa) -- Os portugueses são dos europeus menos entusiasmados com a ideia de os grupos políticos europeus apresentarem os seus candidatos a presidente da Comissão Europeia antes das eleições europeias de 2014, revela um inquérito divulgado hoje pelo Parlamento Europeu.

De acordo com os resultados do "Eurobarómetro" encomendado pelo Parlamento Europeu, ao serem questionados sobre se sentiriam mais encorajados a votar nas eleições do próximo ano se as grandes famílias políticas europeias apresentarem antes os seus próprios candidatos à sucessão de Durão Barroso na liderança da Comissão, apenas 44% dos portugueses respondem afirmativamente, o segundo valor mais baixo entre os 28 Estados-membros - a par da Eslovénia e apenas acima da Estónia (43%) -- e muito aquém da média da UE (55%).

Comparando com os resultados de um inquérito semelhante realizado em 2012, a percentagem de portugueses que se sentiriam mais motivados a ir às urnas se os partidos indicarem os seus candidatos a presidente do executivo comunitário diminuiu 8 pontos percentuais (em 2012 responderam afirmativamente 52% dos inquiridos), o que representa também uma das maiores descidas, a par de Bulgária e Chipre, e apenas superada pela Grécia (uma queda de 12%, de 67 para 54%).