Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal/Angola: Lisboa é quem mais perde com fim da parceria estratégica - economista angolano

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 out (Lusa) - O economista angolano Manuel Alves da Rocha afirmou hoje que Portugal será o principal prejudicado se a pretendida parceria estratégica entre Lisboa e Luanda não avançar, como anunciou esta semana o Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos.

"Na atual circunstância de crise em Portugal, este problema afeta Portugal muito mais do que afeta Angola", disse Alves da Rocha, numa reação às recentes declarações do Presidente angolano sobre o projeto de parceria estratégica com Portugal.

Na terça-feira, no discurso sobre o estado da Nação, José Eduardo dos Santos lamentou as "incompreensões ao nível da cúpula" portuguesa e afirmou que o "clima político atual" na relação bilateral "não aconselha a construção da parceria estratégica antes anunciada".