Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Portugal vive tempos de indignação" - economista José Reis

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 abr (Lusa) -- O economista José Reis, um dos oradores do jantar na sexta-feira de celebração do 25 de Abril, organizado pelo Congresso das Alternativas, disse à Lusa que Portugal vive "tempos de indignação" e que a falsidade legitimou a austeridade.

Professor universitário e secretário de Estado do Ensino Superior do Governo de António Guterres, entre 1999 e 2001, José Reis disse que o jantar foi organizado "em primeiro lugar para festejar a data", acrescentando: "Foi o 25 de abril que nos criou a todos como cidadãos da democracia e apontou um caminho de dignidade".

Por outro lado, Reis salientou a conjuntura. "Vivemos tempos de indignação. Os tempos que vivemos são obscuros", especificou. A mensagem da iniciativa foi "dizer que as bandeiras de abril, nos dias de hoje, são o equivalente a denunciar o memorando [de ajuda externa], a renegociar a dívida e sobretudo a defender o Estado Social", afirmou Reis, para quem "o Estado Social é a verdadeira condição de superação da crise, é a solução".