Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal vai sair da crise mais velho, mais pobre e mais violento -- Ferreira do Amaral

Lusa

  • 333

Fátima, 03 nov (Lusa) - O economista João Ferreira do Amaral expressou hoje a convicção de que Portugal vai sair da crise económico-financeira mais velho, mais pobre, mais desigual e mais violento.

"A crise vai aumentar o envelhecimento da população porque vai reduzir o número de pessoas mais jovens devido à queda da taxa de fertilidade e aumento da emigração", defendeu durante a conferência "Que Portugal depois da crise", que teve lugar em Fátima.

O economista alertou que as remessas dos emigrantes vão reduzir-se, apesar da subida que se verifica este ano, e que os portugueses terão de deixar de contar com este fator de financiamento do país: "Poderemos e deveremos contar com o aumento da pobreza, do qual deverão ser precisos muitos anos para recuperar", sustentou, justificando o cenário com o desemprego, a quebra de rendimentos e o endividamento das famílias.