Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal tem que se assumir mais como um Estado atlântico para contrabalançar poder europeu -- Francisco Jardim Ramos

Lusa

  • 333

Caracas, 02 jul (Lusa) - O secretário dos Assuntos Sociais da Madeira, Francisco Jardim Ramos, afirmou no domingo em Caracas, Venezuela, que Portugal tem que se assumir mais como um Estado atlântico para contrabalançar o poder europeu.

"Portugal não é um Estado unitário como ainda diz a nossa Constituição, porque é constituído por três territórios bem distintos, o do continente, o dos Açores e o da Região Autónoma da Madeira, que ao contrário do que pensam alguns constitucionalistas dá grandeza a Portugal", disse.

Francisco Jardim Ramos falava num almoço de confraternização, no Centro Português de Caracas, para assinalar o Dia da Madeira.