Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal Telecom diz que multa de Bruxelas é injustificada e admite recorrer da decisão

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 jan (Lusa) - A Portugal Telecom (PT) classificou hoje de injustificada e inadequada a multa aplicada por Bruxelas por ter acordado com a Telefónica não concorrer entre si no mercado de telecomunicações ibérico e admitiu recorrer da decisão.

A Comissão Europeia anunciou hoje a aplicação de coimas de cerca de 66,9 milhões de euros à operadora espanhola Telefónica e de 12,3 milhões de euros à PT por terem acordado não concorrer entre si nas telecomunicações no mercado ibérico, porque viola o artigo 101.º do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia, que proíbe acordos anticoncorrenciais.

Em comunicado, o grupo de telecomunicações português adianta que "até à presente dada, a PT não foi formalmente notificada da decisão da Comissão Europeia".