Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal quer melhorar proposta de orçamento da UE no desenvolvimento rural -- MNE Paulo Portas

Lusa

  • 333

Bruxelas, 31 jan (Lusa) -- O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou hoje, em Bruxelas, que a atual proposta de orçamento comunitário pós-2013 ainda não é "satisfatória" para Portugal no que respeita ao desenvolvimento rural, e prometeu "empenhamento muito especial" do Governo para a melhorar.

Paulo Portas, que falava à saída de uma reunião dos chefes de diplomacia da União Europeia, uma semana antes de novo Conselho Europeu para discutir o orçamento comunitário, lembrou que a cimeira de novembro passado terminou sem um acordo sobre a "próxima geração de fundos comunitários" para 2014-2020, "mas, nesse desacordo, a posição relativa de Portugal melhorou", designadamente a nível da política de coesão, "muito importante" para o país.

"Se o dossiê da política de coesão melhorou significativamente na última reunião dedicada aos fundos estruturais do Conselho, a verdade é que outro dossiê, o desenvolvimento rural, ainda não está em condições satisfatórias para Portugal", declarou o ministro, referindo-se aos cortes substanciais que ainda estão previstos na última versão da proposta de orçamento.