Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal precisa de manter atuais mecanismos de financiamento -- Passos Coelho

Lusa

  • 333

Bratislava, 05 out (Lusa) -- O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu hoje, a propósito do quadro financeiro da União Europeia para 2014-2020, que é indispensável para Portugal manter os atuais mecanismos de pré-financiamento e de cofinanciamento.

No final de uma reunião do grupo "Amigos da Coesão", composto por quinze países da União Europeia, em Bratislava, Eslováquia, Passos Coelho considerou também que as transferências diretas para os agricultores portugueses devem aumentar e afirmou que o Governo será "intransigente" na defesa da manutenção das regras aplicadas atualmente aos Açores e à Madeira enquanto regiões ultraperiféricas.

O primeiro-ministro disse esperar que não aconteça a Portugal o mesmo que [aconteceu] no anterior quadro financeiro da União Europeia em que o país "perdeu cerca de 15% do seu envelope financeiro", mas sublinhou que é preciso encarar estas negociações com "realismo".