Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal deverá ter menos 25% de capacidade para produzir energia hídrica após 2070, devido ao clima - especialista

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 mar (Lusa) - Portugal deverá ter menos 25% da capacidade de aproveitamento hídrico para produzir eletricidade, a partir de 2070, revelou hoje um especialista em alterações climáticas, que defende a necessidade de uma "gestão adequada" das barragens.

O professor universitário Filipe Duarte Santos, especialista em alterações climáticas, referiu que as consequências das mudanças no clima vão provocar um decréscimo do potencial de produção de energia a partir dos rios, em Portugal e Espanha, nos últimos 30 anos deste século, o que exige cuidados na gestão entre energia e abastecimento de água para consumo direto.

Com base nos cenários de previsões de clima para os próximos anos, utilizados no projeto SIAM da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (projeto de estudo de Cenários, Impactos e Medidas de Adaptação), coordenado por Filipe Duarte Santos, "deverá haver uma queda de 25% do potencial, entre 2071 e 2100, em Portugal e Espanha, e as empresas têm de pensar nisso".