Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portagens: Quebras de consumo nas antigas SCUT acompanham tráfego e atingem 60%

Lusa

  • 333

Porto, 09 jul (Lusa) -- A introdução de portagens nas autoestradas anteriormente designadas por SCUT (sem custos para o utilizador) continua a causar quebras junto das empresas de combustíveis que acompanham a redução do tráfego, chegando, nalguns casos, a atingir 60 por cento.

A Galp, através de fonte oficial, refere que a introdução das portagens "provocou uma quebra nas vendas das áreas que nelas se localizam em linha com a quebra de tráfego registada nessas estradas que, em alguns casos, atingiu os 50 por cento".

"A partir da introdução de portagens nas ex-SCUT, a quebra nas vendas foi significativa, na ordem dos 50 por cento a 60 por cento. Esta situação agrava-se ao termos mantido os níveis de serviço independentemente do volume de vendas e ao vermo-nos confrontados com as mesmas despesas dos anos transatos", explicou à Lusa fonte oficial da Cepsa, empresa que tem seis áreas de serviço nestes trajetos.