Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portagens: Municípios algarvios criticam intenção do Governo de terminar com isenções na Via do Infante

Lusa

  • 333

Faro, 19 set (Lusa) - A Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) criticou hoje a intenção do Governo de terminar com as isenções de portagens na Via do Infante (A22), por considerar que vai agravar a situação económica e aumentar o desemprego na região.

"A AMAL vem manifestar publicamente o seu protesto e desagrado com o anúncio do senhor secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações acerca do fim do sistema de isenções de pagamento de portagens na Via do Infante", pode ler-se num comunicado da comunidade intermunicipal algarvia.

A AMAL, presidida por Macário Correia (PSD), que também preside à Câmara de Faro, considera que não há condições para o Governo terminar com as isenções no pagamento de portagens para residentes enquanto as obras de requalificação da Estrada Nacional 125 não estiverem concluídas.