Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Porta-voz do PSD diz ter "maior liberdade" para falar da 'troika' e reafirma crítica ao FMI

Lusa

  • 333

Covilhã, 20 set (Lusa) - O porta-voz do PSD, Marco António Costa, defendeu na quinta-feira à noite que tem "maior liberdade" para falar da 'troika' do que o Governo e reafirmou a crítica que fez ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

"A minha declaração de ontem [quarta-feira] foi enquanto porta-voz do PSD e reafirmo-a na totalidade", declarou o porta-voz do PSD aos jornalistas, no final de uma ação de campanha para as eleições autárquicas, na Covilhã.

"Aquilo que eu afirmei parece-me de uma clareza total e absoluta: se há uma instituição que produz relatórios, que nesses relatórios faz declarações piedosas acerca de determinadas matérias de enorme relevância para os países que estão sob resgate e se depois aquilo que nós encontramos não é consequente com o que está nos relatórios, não tenho dúvidas em afirmar que se trata de hipocrisia institucional", reiterou.