Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

População algarvia a mais de 90 minutos de equipamento avançado para avaliar cancros

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 nov (Lusa) -- Toda a população do Algarve e mais de 76% da população alentejana está a mais de 90 minutos de uma unidade com um equipamento de radiologia importante na avaliação dos casos de cancro, segundo um estudo hoje divulgado.

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS), em resposta a um pedido do Ministério, analisou a situação do mercado das tomografias por emissão de positrões (PET) em Portugal Continental, um equipamento que permite realizar exames não invasivos que podem ser determinantes na avaliação da extensão de um cancro e na orientação terapêutica.

O estudo concluiu que o acesso dos utentes a estes equipamentos é desigual, com a ERS a recomendar que sejam revistos os critérios de distribuição geográfica dos equipamentos, sobretudos nas administrações regionais de saúde (ARS) que não os têm.