Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Poluição do ar na Avenida da Liberdade, em Lisboa, diminuiu após alterações ao trânsito - estudo

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 out (Lusa) - Um estudo da Universidade Nova de Lisboa divulgado hoje conclui que a poluição atmosférica diminuiu na Avenida da Liberdade, após as alterações no Marquês de Pombal, tal como noutras zonas da capital, questionando a "relação direta" da medida.

O estudo do Departamento de Ambiente da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL), a que a Agência Lusa teve acesso, conclui que nos quinze dias úteis após as alterações rodoviárias no Marquês de Pombal e na Avenida da Liberdade, a concentração diária de dióxido de azoto e partículas inaláveis manteve-se sempre abaixo do limite legal naquele eixo, "enquanto na primeira quinzena de setembro este valor foi ultrapassado oito vezes".

"Sem ter em consideração qualquer outro fator, as concentrações de dióxido de azoto e partículas inaláveis medidas na Avenida da Liberdade diminuíram ligeiramente após as alterações na circulação rodoviária", refere o estudo liderado pelo professor Francisco Ferreira.