Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Política económica deve ser reorientada para o bem-estar - economista Manuela Silva

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jul (Lusa) - A economista Manuela Silva, especialista em economia social, defendeu em entrevista à Lusa uma reorientação da política económica para o bem-estar, através de medidas como incentivos ao desenvolvimento local e limites para as desigualdades de salários.

"Precisamos de reorientar a política económica no sentido do bem-estar e da qualidade de vida das pessoas e com grandes preocupações de bem comum", disse a economista à Lusa, acrescentando que o Governo tem "uma total falta de estratégia de desenvolvimento" e não coloca estes temas no centro das atenções.

O desemprego e o empobrecimento coletivo são preocupações que considera prioritárias, defendendo que é preciso "olhar para os recursos que o país tem e que não tem aproveitado suficientemente", como "as potencialidades de turismo, a valorização da agricultura, os recursos marinhos ou das pescas", mas também identificar as necessidades do país enquanto povo.