Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícias suspeitos de corrupção passiva ficaram em prisão preventiva

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 jun (Lusa) - Os três agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) detidos na terça-feira por suspeita de corrupção passiva para ato ilícito ficaram hoje em prisão preventiva, informou fonte judicial.

Os suspeitos foram hoje ouvidos em primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.

Fonte policial informou que os arguidos são suspeitos de participarem num alegado esquema de suborno, levado a cabo por dezenas de empresários, para o licenciamento de armas e utilização de explosivos em pedreiras, a troco de milhares de euros.