Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícia usa canhões de água e outros métodos anti-motim para acabar com manifestação na Birmânia

Lusa

  • 333

Monywa, Birmânia, 29 nov (Lusa) -- As forças de segurança da Birmânia usaram canhões de água e outros métodos anti-motim para acabar com um protesto junto a uma mina de cobre quando os manifestantes esperavam a líder Aung San Suu Kyi.

Incêndios inexplicáveis envolveram o campo de protesto depois do raide da polícia na manhã de hoje na mina Letpadaung, na região noroeste de Myanmar, a antiga Birmânia, e de acordo com locais dezenas de manifestantes e monges budista ficaram feridos.

O Governo ordenou aos manifestantes que abandonassem o local da mina na quarta-feira ou, caso contrário, enfrentar ações legais.