Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícia resgata rapariga obrigada a casar-se no sul da Guiné-Bissau

Lusa

  • 333

Bissau, 14 ago (Lusa) - A rapariga de 19 anos que tinha sido sujeita a um casamento forçado no sul da Guiné-Bissau foi resgatada na terça-feira pela Polícia Judiciária, informou hoje à agência Lusa o presidente da Liga Guineense para os Direitos Humanos.

A vítima estaria a ser obrigada pela família e pelo suposto marido a permanecer na tabanca (aldeia) de Dajabadá-Porto, onde nasceu e a 27 de julho se consumou o matrimónio, alegadamente combinado por uma tia, explicou Luís Vaz Martins, dirigente da Liga, organização que denunciou o caso.

Agentes da Polícia Judiciária deslocaram-se à tabanca na terça-feira com a missão de libertar a rapariga, mas só depois da detenção da tia é que esta revelou onde ela estava.