Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícia mexicana dispersa professores que ocupavam praça central da capital, 40 feridos

Lusa

  • 333

Cidade do México, 14 set (Lusa) -- A polícia antimotim mexicana interveio, esta sexta-feira, numa praça central da capital -- "Zocalo" -- para dispersar os últimos professores que ocupavam o espaço e comprometiam a realização, domingo e segunda-feira, das festas do dia da Independência.

Os confrontos entre manifestantes e polícias resultaram em, pelo menos, 40 feridos, segundo diferentes fontes, citadas pela agência francesa AFP, a qual indica que as várias centenas de membros da polícia federal intervieram após um ultimato lançado pelas autoridades aos professores, rejeitado pelos dirigentes da ala mais radical do sindicato nacional de professores.

A maioria dos milhares de professores que ocuparam o local já se haviam retirado, mas a polícia viu-se obrigada a intervir para dispersar cerca de 200 outros que persistiram em manter-se na praça, onde se encontra situada a Catedral do México e o Palácio Nacional.