Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícia detém dirigentes da oposição russa no centro de Moscovo

Lusa

  • 333

Moscovo, 15 dez (Lusa) - A polícia de choque russa (OMON) começou a fazer detenções de dirigentes da oposição extraparlamentar que tentaram depor flores no monumento às vítimas do estalinismo.

Ília Iachin e Ksénia Sovtchak, dirigentes da oposição liberal, nem sequer tiveram tempo de chegar à Praça Lubianka, onde se encontra o monumento, acabando por ser detidos numa passagem subterrânea que conduz ao local.

"Fomos levados para uma esquadra do bairro, mas ainda estamos dentro do carro celular da polícia. Em redor há numerosos agentes da OMON", escreve Iachin no Twitter.