Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícia brasileira desarticula rede que traficava brasileiras para se prostituírem em Angola

Lusa

  • 333

São Paulo, 24 out (Lusa) - A Polícia Federal brasileira desarticulou hoje uma rede de tráfico internacional de mulheres que levava brasileiras para Angola, onde eram oferecidas a clientes de alto poder económico, informou aquela força.

A operação, batizada de "Garina" (menina, na gíria angolana), levou à prisão de cinco pessoas envolvidas no processo e à execução de outros onze mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, São Bernardo do Campo, Cotia e Guarulhos, todas no estado de São Paulo, na região sudeste do Brasil.

Dois estrangeiros, cujas nacionalidades não foram divulgadas, e que se encontram fora do Brasil, também tiveram a sua prisão decretada pela Justiça Federal brasileira e os seus nomes foram incluídos na lista mundial de procurados da Interpol.