Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PNR lembra que o cónego Melo "nunca foi condenado por qualquer crime"

Lusa

  • 333

Braga, 14 ago (Lusa) - O Partido Nacional Renovador (PNR) repudiou hoje a vandalização da estátua ao cónego Eduardo Melo, em Braga, e lembrou que o homenageado "nunca foi condenado por qualquer crime", tendo mesmo a Assembleia da República destacado os seus "relevantes serviços" ao país.

"Os 'periodiqueiros' do regime, ao traçarem o perfil do cónego, enleiam-se em insinuações. Dizem que Eduardo Melo terá estado ligado a isto, associado àquilo e terá feito aqueloutra patifaria. Passam uma esponja democrática sobre este elemento fundamental: o clérigo nunca foi condenado por qualquer crime", refere um comunicado do PNR.

No sábado, um grupo de cidadãos de Braga colocou uma estátua ao cónego Melo numa rotunda da cidade, na segunda-feira houve uma manifestação exigindo a sua remoção da peça e na manhã de terça-feira o conjunto escultórico apareceu vandalizado.