Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PM/Entrevista: "Nunca permitiria que Portugal deitasse pela janela fora tudo o que conseguiu" -- Passos Coelho

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 set (Lusa) -- O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, disse hoje não estar disponível para "deitar pela janela fora" o que os portugueses já conseguiram até agora, quando questionado se admite recuar nas novas medidas de austeridade.

Em entrevista à RTP, o chefe de Governo fez questão de fazer o que chamou de "um enquadramento" das medidas, atribuindo as críticas que têm sido feitas a um "desencontro de expectativas".

"As medidas que nós acordámos com a 'troika' são necessárias para que Portugal possa cumprir o seu programa, é muito importante que o país tenha uma informação transparente (...) Se não cumprirmos os nossos compromissos externos e não conseguirmos corrigir os nossos desequilíbrios, Portugal conseguirá deitar pela janela fora tudo o que conseguiu até hoje, que foi muito", disse.