Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PM japonês e MNE britânico interrompem viagens na Ásia devido à crise na Argélia

Lusa

  • 333

Redação, 18 jan (Lusa) -- O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, William Hague, vão interromper as suas visitas à Indonésia e Austrália, respetivamente, para regressarem aos seus países de origem por causa da crise na Argélia.

"Abe vai cancelar todos os encontros oficiais à exceção do encontro com o Presidente da Indonésia para poder acompanhar a situação dos reféns na Argélia", informou um porta-voz do gabinete do primeiro-ministro nipónico, Hiroshige Seko, em declarações aos jornalistas.

O ministro britânico disse na Austrália que vai também regressar ainda hoje a Londres para gerir a crise na sequência do sequestro na quarta-feira de vários argelinos e estrangeiros, entre os quais britânicos e japoneses, por um grupo islamita que ocupou um campo de gás no sul da Argélia, alegadamente em resposta à intervenção francesa no Mali.