Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PM da Nova Zelândia vai à China pedir desculpa por leite contaminado

Lusa

  • 333

Wellington, 13 ago (Lusa) -- O primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, afirmou hoje que vai deslocar-se a Pequim no final do ano para apresentar pessoalmente um pedido de desculpas aos consumidores chineses pela contaminação de leite em pó.

O mercado chinês de leite em pó para bebés representa para a Nova Zelândia vendas na ordem dos três mil milhões de dólares neozelandeses (1,8 mil milhões de euros) anuais e Key disse que o seu pedido de desculpa era um passo importante para recuperar a confiança dos consumidores nos produtos do seu país.

O primeiro-ministro neozelandês constatou não ser comum um líder de um país pedir desculpas em nome de uma empresa privada, neste caso a Fonterra, mas justificou a sua decisão com o facto de a reputação desta companhia estar intrinsecamente relacionada neste caso com a reputação do país no geral.