Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Plano Nacional de Reinserção quer formar condenados para prevenção e combate a incêndios

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 jul (lusa) - Formar 50 condenados para integrar equipas de supressão de incêndios e outros 100 para realizarem trabalhos de prevenção de incêndios são duas das quase 100 medidas do Plano Nacional de Reabilitação e Reinserção (2013-2015), a que a Lusa teve acesso.

Proposto pelo Ministério da Justiça, o plano prevê, no domínio da saúde, o aumento da capacidade instalada de tratamento de comportamentos aditivos e o melhoramento da qualidade do tratamento na área de saúde mental, estando, entre outras medidas, prevista a criação de duas novas Unidades Livres de Drogas.

A consolidação do processo de integração de todos os reclusos no Serviço Nacional de Saúde (SNS), a realização de ações de formação dirigidas a profissionais da área da saúde mental e a atualização do "modelo de tratamento a inimputáveis em meio prisional" são outras das medidas do plano proposto pelo ministério dirigido por Paula Teixeira da Cruz.