Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PJ deteve presumível homicida de Alexandra Neno

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 nov (Lusa) - A Polícia Judiciária deteve hoje na zona de Lisboa o presumível assassino de Alexandra Neno, que era mulher do jornalista Fernando Santos e foi morta a 29 de fevereiro de 2008, em Sacavém, disse à Lusa fonte polícial.

Segundo a mesma fonte, a polícia deteve nos arredores da cidade de Lisboa um homem de 35 anos como sendo presumível homicida.

Alexandra Neno foi assassinada aos 33 anos, ao final da tarde, no estacionamento junto ao condomínio onde vivia, na urbanização Real Forte, em Sacavém.